Quando devo procurar um fonoaudiólogo?

Quando devo procurar um fonoaudiólogo?

Nos dias atuais não é pequeno o número de pessoas que precisa procurar um fonoaudiólogo.

No entanto, um grande problema consiste no fato de muitos indivíduos não saberem o momento certo de buscar esses profissionais.

Por esse motivo, preparamos um artigo contendo algumas dicas que poderão fazer toda a diferença. Acompanhe!

Quando procurar um fonoaudiólogo?

Diversos problemas podem ser responsáveis por fazer uma pessoa procurar um fonoaudiólogo. Diante dessa realidade, veja, a seguir, as seis situações mais comuns.

1. Dificuldade na deglutição

A prática de engolir os alimentos se chama deglutição.

Já a disfagia pode ser compreendida como a dificuldade durante esse processo.

Assim, é preciso considerar que essa patologia pode provocar a perda repentina de peso, bem como a má nutrição.

Geralmente, as pessoas ficam mais propícias a desenvolver a disfagia durante o processo do envelhecimento.

Dessa forma, é comum que com o decorrer dos anos alguns indivíduos sintam dificuldade de engolir os líquidos, os alimentos e, até mesmo, a saliva.

Sendo assim, após procurar um fonoaudiólogo, o idoso conseguirá melhorar o processo de mastigação, deglutição e respiração, diminuindo, assim, a presença dos engasgos.

2. Problemas relacionados à voz

Assim como o nome sugere, o problema de voz representa qualquer dificuldade presente no processo de produção da voz. Entre eles estão:

  • Sensação de cansaço durante a fala;
  • Rouquidão;
  • Voz excessivamente forte ou fraca;
  • Voz demasiadamente grossa ou fina.

Assim, se você notou alguma alteração na sua voz nos últimos dias, é recomendado procurar um fonoaudiólogo.

Principalmente se o problema for persistente e ultrapassar a incidência de 15 dias.

3. Gagueira

Muitas pessoas conhecem a gagueira pela sua característica de repetir as palavras e os sons.

No entanto, a patologia também pode causar diversas pausas no momento da fala.

Por isso, o fonoaudiólogo é o profissional ideal para tratar essa condição de forma adequada.

É importante ter em mente que o tratamento precoce melhora significativamente a gagueira e, como consequência, a qualidade de vida de todos os portadores.

4. A respiração oral

O hábito de puxar o ar pela boca, seja dormindo ou acordado, proporciona inúmeros males para a saúde humana.

Entre as complicações mais comuns estão à deformação do palato e da arcada dentária.

Além disso, a imunidade tende a diminuir devido ao processo de inspirar o ar sem filtrá-lo.

Com base nisso, por meio dos exercícios ensinados pelo fonoaudiólogo, o indivíduo conseguirá restabelecer o seu padrão de respiração.

Dessa forma, será possível eliminar o hábito de respirar pela boca.

5. Estética da face

Muita gente não sabe, mas as marcas de expressão presentes na face podem ser reduzidas com o auxílio do fonoaudiólogo.

Isso é possível por meio de alguns exercícios que tendem a modificar a utilização dos músculos faciais.

Sendo assim, a prática desses exercícios ajudam a rejuvenescer a aparência do rosto.

Portanto, eles auxiliam no combate do olhar caído, da aparência flácida, das linhas de expressão e dos lábios frouxos.

6. É importante procurar um fonoaudiólogo devido ao atraso na fala

Embora alguns indivíduos possam variar a época de começar a falar, é aconselhado buscar um profissional quando uma criança de dois anos não apresenta habilidades de fala.

Após descobrir os melhores momentos para procurar um fonoaudiólogo, aproveite para acessar o nosso site e enviar uma mensagem.

LOJA VIRTUAL