Neuroma do Acústico: o que é e principais sintomas

Neuroma do Acústico: o que é e principais sintomas

A qualidade da nossa audição é muito importante, logo, precisamos estar sempre atentos a nossa saúde auditiva. Porém, apesar de todos os cuidados, nem sempre é possível identificar alguns problemas.

Por isso, preparamos este artigo para que você descubra o que é o neuroma do acústico.

Entenda o que é o neuroma do acústico



O neuroma do acústico, também conhecido como neuroma do acústico ou schwannoma vestibular, é um tumor. Apesar deste diagnóstico soar um pouco assustador, este é um tumor benigno, pois não se espalha para outras partes do corpo.

Ele surge pelo crescimento anormal de células do nervo vestibulococlear. Este nervo tem a função de levar ondas sonoras para o cérebro e fornecer informações de equilíbrio.

A ocorrência do neuroma acústico é rara, e suas causas ainda não são bem compreendidas. O crescimento do neuroma é lento, o que dificulta uma descoberta nos primeiros estágios de desenvolvimento do tumor. Com o passar dos anos, este cresce mais, podendo até mesmo comprimir uma parte do cérebro.

Sintomas característicos e diagnóstico



Como dito anteriormente, o crescimento do tumor é lento. Esta condição interfere nos sintomas que aparecem com sua respectiva evolução.

Por exemplo, um dos sinais principais é a perda gradual da audição. Nestes casos, os indivíduos podem relacionar esta condição com o avanço da idade, juntamente com a perda da audição nota-se um zumbido nos ouvidos. Também é comum a perda de equilíbrio e recorrentes tonturas.

Em casos em que o tumor tem um maior crescimento, o paciente pode sentir dor de cabeça devido à pressão exercida pelo neuroma.

Também são notificados pacientes que sofrem de paralisia temporária ou permanente, decorrente dos danos que o tumor causa em partes importantes do cérebro.

A melhor maneira para diagnosticar o neuroma do acústico é através de exames frequentes, como o Exame do Potencial Evocado Auditivo do Tronco Encefálico (BERA), que deve ser realizado de maneira anual, pois identifica mudanças na capacidade auditiva.

Caso alterações sejam identificadas, uma tomografia pode ser feita para descobrir se há um tumor. Se houver um neuroma, mas este for pequeno, ele pode não ser identificado por esse método convencional. Sendo assim, é indicada a ressonância magnética, pois esta tecnologia apresenta alta resolução, tornando-se eficaz para identificação de todo tamanho de tumor.

Neuroma do acústico tem tratamento?



Agora que você já sabe o que é neuroma do acústico, pode estar se perguntando se há como tratá-lo.

Primeiramente, para começar o tratamento, você deve consultar um neurologista e/ou otorrinolaringologista. Estes profissionais saberão identificar todos os sintomas e assim indicar o melhor método para a retirada do tumor.

Por exemplo, a cirurgia pode ser feita com o intuito de remover todo o neuroma, ou apenas uma parte dele. Outro método para contenção deste é a radiação, onde as células são mortas, impedindo seu crescimento.

É importante ressaltar que a perda total da audição pode ocorrer, principalmente se o tumor é grande. De todo modo, o procedimento é feito para que a audição seja preservada ao máximo. Apesar deste aspecto do tratamento, é preciso dizer que na maioria dos casos o neuroma do acústico ocorre em apenas um dos ouvidos, o que permite ao paciente conservar sua escuta através do outro aparelho auditivo.

LOJA VIRTUAL