Doença de Parkinson e Perda Auditiva, existe alguma relação?

Doença de Parkinson e Perda Auditiva, existe alguma relação?

Algumas doenças podem colaborar para o surgimento da perda auditiva, sendo um exemplo a doença de Parkinson. Esta patologia não é considerada, cumpre dizer, uma causa da perda auditiva. No entanto, estudos já comprovaram que ela pode colaborar para o surgimento desse problema em idosos.

Para entender melhor o que é a doença de Parkinson e sua relação com a perda auditiva, continue a leitura:

O que é a doença de Parkinson?



Trata-se de uma doença neurodegenerativa que afeta o movimento de uma pessoa, fazendo com que ela tenha dificuldade de realizar atividades simples do seu dia a dia, como, por exemplo, segurar de forma firme uma xícara de café.

Essa condição, vale dizer, é causada pela de morte de células que produzem uma substância chamada de dopamina. É um neurotransmissor químico que o cérebro libera no organismo para controlar os movimentos corporais.

Normalmente, uma pessoa que possui a doença de Parkinson pode ser identificada pela sua dificuldade em realizar movimentos, devido ao tremor repetitivo que essa condição causa.

Qual a relação da doença de Parkinson com a perda auditiva?

⠀⠀

Um recente estudo destacou que as pessoas com a doença de Parkinson são propensas duas vezes a terem perdas auditivas. Para entender melhor, veja o que diz a pesquisa:

O levantamento mostrou que os pesquisadores acompanharam cerca de 5 mil pacientes com mais de 60 anos com perda auditiva durante 10 anos. O resultado foi que a incidência da doença de Parkinson tinha duas vezes mais chances de afetar grupos de pacientes com perda auditiva do que um grupo com pessoas sem problema de audição.

Os especialistas afirmaram que, embora o envelhecimento por si só seja uma causa de perda auditiva, considerando que ocorre a redução dos níveis de dopamina no organismo, pessoas com Parkinson têm maior chance de desenvolver tal problema.

Nesse sentido, vale destacar que além da doença de Parkinson, existem outras condições crônicas que também podem contribuir para o surgimento da perda auditiva, como diabetes, pressão arterial e doenças cardiopatas.

Como prevenir a doença de Parkinson?

⠀⠀

Para garantir a saúde do sistema auditivo e uma vida longa e feliz, é essencial saber como prevenir a doença de Parkinson.

A seguir, apresentamos algumas medidas simples que podem colaborar para o alcance desse objetivo:

  • Reduzir ou eliminar o contato com produtos químicos, como pesticidas e herbicidas;
  • Investir em uma alimentação saudável, que contenham, por exemplo, substâncias capazes de eliminar a formação de radicais livres. Por exemplo, consumo de frutas como laranja e morango;
  • Praticar atividades físicas de forma regular. É recomendado praticar ao menos 30 minutos de exercícios durante o dia;
  • Reduzir o uso de medicamentos.



Agora que você sabe que a doença de Parkinson pode colaborar para o surgimento de problemas auditivos, cuide-se para prevenir seu aparecimento. É uma forma de cuidar de sua saúde de modo geral.

Você sabia que em nosso blog é possível encontrar posts que podem enriquecer seus conhecimentos sobre o universo da audição? Por isso, continue navegando pelos nossos conteúdos. Aproveite!

LOJA VIRTUAL