Devo informar minha deficiência auditiva no meu currículo?

Devo informar minha deficiência auditiva no meu currículo?

As pessoas com deficiências físicas e mentais podem encontrar dificuldades para elaborar seu currículo de trabalho. Dúvidas como: “Devo mencionar o tipo de deficiência no currículo?” ou “Onde seria o melhor local para acrescentar essa informação?”, podem surgir durante a elaboração do documento.

Este post visa esclarecer essas questões de maneira que o candidato à vaga de emprego se sinta confiante para fazer seu currículo. Acompanhe!

O Estatuto do Deficiente junto a Lei de Cotas, garante ao indivíduo, o direito ao trabalho digno, sendo ainda atribuído uma quantidade de contratações de 2 a 5% para pessoas com algum tipo de deficiência, no caso de empresas com 100 ou mais funcionários.

A partir disso, o PCD (pessoa com deficiência) não deve ser discriminado de nenhuma forma no mercado de trabalho, podendo colocar ou não a informação em seu currículo profissional, justamente para que possa integrar essa quantidade de vagas determinada por lei, caso a empresa cumpra os requisitos dessa obrigatoriedade.

Além dessa questão, deficiências como a auditiva, por exemplo, não limitam os indivíduos de trabalharem nas mais diversas áreas, fazendo com que não haja qualquer impedimento para sua contratação.

Vagas abertas a todos



No caso de trabalhos de ampla concorrência, ou seja, que não se enquadram nos casos legais de contratações de PCD não existe a obrigação do candidato de colocar se possui algum tipo de deficiência, afinal estará concorrendo com candidatos que podem ou não serem PCDs.

Entretanto, cabe salientar que por mais que não seja necessária a colocação dessa informação, o candidato deve ter consciência de que se precisa de alguma estrutura própria de trabalho por conta de sua deficiência auditiva, deve informá-la, para que não haja qualquer tipo de surpresa no momento da entrevista.

Vagas exclusivas para PCD



No caso das vagas exclusivas para pessoas com deficiência, o ideal é que a questão da deficiência seja mencionada no currículo, já que é fator preponderante para a contratação do candidato.

Em relação ao tipo de deficiência, seja ela auditiva ou de qualquer outra natureza, não é necessário que seja mencionada caso o candidato tenha essa preferência, mas recomenda-se que isso seja feito para que em uma eventual entrevista a empresa esteja preparada para receber o indivíduo com tudo que ele precisa.

Melhor local para acrescentar a informação



O campo mais recomendado para que se informe sobre a deficiência do candidato é o local onde estão as suas informações básicas, como nome, idade, contato etc.

Neste campo é que deverão conter o tipo de deficiência, o grau, as limitações (se houver), o tipo de estrutura necessária para o trabalho, e se o candidato usa ou não algum tipo de aparelho, como o auditivo, por exemplo.

Considerações finais



A partir de todas as informações consideradas neste post, fica claro que o candidato à vaga de empresa que tenha uma deficiência auditiva, tem total liberdade de mencionar ou não, essa informação em seu currículo.

Para os indivíduos que utilizam aparelhos auditivos, que fazem com que ele tenha ainda mais independência para trabalhar e fazer suas atividades do dia a dia, é interessante mencionar essa informação. Assim a empresa fica ainda mais tranquila e confiante para realizar a contratação! 

LOJA VIRTUAL